Viu meu último post sobre testes de usabilidade? Lá coloquei um roteiro e script interessante para te ajudar nessa jornada baseado no livro e estudos de Steve Krug (2014).

Para te mostrar como é possível realizar testes de usabilidade sem sofisticação compartilho a minha experiência de como incluí na rotina de uma sprint de 5 dias essa prática.

Testes de usabilidade em 1 sprint

O importante é começar. É melhor testar poucos usuários do que não testar. Entenda mais sobre os testes do tipo Faça-você-Mesmo. Clique aqui.

Teste de Usabilidade ≠ Discovery

O processo de Discovery consiste em descobrir e validar hipóteses dos usuários.

O teste usabilidade tem como objetivo observar como as pessoas usam algo. Neste sentido, em testes de usabilidade não queremos provar hipóteses e sim avaliar o uso e utilidade de um produto.

Vale mencionar que dentro do processo de discovery temos testes de usabilidade.

Em resumo:

Testes de usabilidade = técnica de avaliação

Discovery = testes de hipóteses

Esse é só o começo. Existe muito a ser falado e testado sobre o tema de experiência do usuário.

E você, tem alguma dica? Como conseguiu implementar ações na sua rotina para entender mais sobre o usuário? 🙂